___teddy_bear____by_amygdalon-d6kv8pn

Agora que havia acabado, o corpo mole pendia sobre o seu, pesado, desajeitado e imóvel. Ela puxou o ar, mas o peso dele sobre suas costelas dificultava o movimento natural, tornando-o quase impossível. Deixou um gemido fugir de seus lábios e se remexeu.

Ele mal se moveu e ela precisou mover o corpo como uma serpente, se arrastando, para conseguir liberar um pouco do tórax para respirar. Quando conseguiu fazê-lo, sentiu-se cheia de coragem. Se arrastou mais um pouco, livrando o tronco do aperto, e chutou-o para a frente, com força.

Apenas então, sentada na neve ao lado do morto, pôde vê-lo por completo. Não sabia quantas toneladas pesava, mas ela o havia vencido, apesar de todas as improbabilidades.

O sangue cobria toda a frente de suas roupas e a faca ainda estava em sua mão.

O cheiro a deixou tonta e ela tentou se lembrar de como tudo acontecera. Fora tão rápido… Seus instintos funcionaram tão bem, tão fortes, que era quase como se ela fosse o animal.

Ergueu-se, ainda trêmula, e pegou a mochila, colocando-a nas costas. Depois daquilo, desistiria de subir a montanha. Uma velha cabana herdada de um parente senil não valia todo aquela perigo e ela já dera sorte uma vez.

Virou-se para descer a montanha e cambaleou alguns passos, com o coração ainda agitado pelo episódio.

O urso ficou para trás, mas ela sempre se lembraria dele, do dia em que escapara da morte, dando-lhe um urso de presente.

 

Anúncios